jul, 18 By 0 comentários
Fazer Aqui – Publicou uma matéria sobre a Keep Eco

Embalagem ecológica que substitui o plástico filme começa a ser produzida em Joinville

É de Joinville um produto que vai ajudar a diminuir a quantidade de lixo descartada nos aterros sanitários Brasil afora. O casal de gaúchos residentes na cidade Carla Viero e Lucas Bastos desenvolveu uma embalagem para substituir o plástico filme (ou de PVC) e o papel alumínio. Esses dois produtos são difíceis de ser reciclados, podem contaminar os alimentos e, no caso do plástico filme, demora mais de uma centena de anos para desaparecer da Terra. Já o Keep criado por Cara e Lucas é feito manualmente de tecido 100% algodão, cera de abelhas ou cera vegetal (na versão vegana), resina de árvore e óleo de coco. Ou seja, é composto de matéria prima biodegradável.

Além de não ter o risco de contaminar os alimentos, as embalagens Keep são reutilizáveis, podendo durar até um ano. “Para higienizá-las antes de novo uso, recomendamos repassar em água corrente fria e retirar gentilmente algum resíduo de alimento que possa ter aderido à embalagem”, explica Carla.

Outra vantagem do Keep é que o produto pode ser descartado sem culpa e até diretamente em composteiras. Carla e Lucas já iniciaram o teste na própria composteira deles e estão aguardando o resultado da decomposição.

“Como todos os materiais de que o Keep é feito são biodegradáveis, eles têm a possibilidade de serem compostáveis. Para ter essa resposta exata daqui a algum tempo, nós já temos um Keep numa composteira exclusiva para acompanharmos o seu processo de decomposição e assim dizer com exatidão como ocorre essa degradação e quanto tempo leva”, informa Lucas.

Ideia é inspirada em produto australiano

No Brasil, ainda não se conhece uma embalagem reutilizável como o Keep. Carla e Lucas contam que se inspiraram em um produto similiar encontrado na Austrália, onde moraram no ano de 2015. “Eu gostei tanto da ideia que decidi tentar produzir um para usarmos na nossa casa quando voltamos ao Brasil. Depois de tantas tentativas, adaptações, erros e acertos, o produto ficou tão bom que pensamos em fazer dele um negócio e dar acesso a esse utensílio tão maravilhoso para mais pessoas”, diz Carla.

A preocupação com a geração de lixo e o uso de plásticos sempre esteve presente na vida do casal. Em casa, além de utilizarem a composteira (ou minhocário) para transformar os resíduos orgânicos que eles geram em adubo, Carla e Lucas evitam consumir produtos não duráveis, compram roupas em brechós, utilizam produtos de limpeza e de higiene com ingredientes naturais e usam transporte público e bicicleta para se locomoveram, só para citar algumas atitudes sustentáveis que adotam no dia a dia.

 

 

AUTHOR

Carla Viero

All stories by: Carla Viero

Deixe uma resposta